terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Queremos conhecer a nossa comunidade.

Tivemos um bom ano de trabalho e queremos melhorar; para isso estamos compartilhando com vocês o questionário "CONHECENDO A COMUNIDADE".
Este questionário é online e destinado aos responsáveis de nossos alunos, com o intuito de traçar o perfil social, econômico e cultural das famílias. Os dados servirão de base para o planejamento didático e gerencial do ano de 2018, buscando assim construir uma escola com a cara da nossa comunidade.
Na reunião de pais do dia 13 de dezembro, das 7h30 às 16h estaremos disponibilizando os computadores da sala de informática para o preenchimento e esclarecimento de possíveis dúvidas.

Caso queira preencher antecipadamente, acesse o link abaixo:

Questionário "Conhecendo a comunidade".

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Julia Cristine, 6A participa do Slam Interescolar Estadual.

Ficou entre os 15 melhores no campeonato de Poesia Falada.


Campeã da seletiva ocorrida em setembro, a aluna Julia Cristine esteve representando nossa escola no campeonato de poesia falada (SLAM) no dia 14 de novembro na Galeria Olido.
            
O campeonato deste ano contou com 38 escolas que usaram os microfones como forma de se expressar promovendo a leitura, a escrita literária, a formação crítica de cada um.

O campeão deste ano foi o jovem Igor Souza, da Escola Estadual Parque Continental Gleba 1 em Guarulhos. Nossa representante ficou entre os 15 melhores.

            
Confira as fotos do evento:




Rhyan (Suplente) e Júlia (Representante no Interescolar)





terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Contação de História com os alunos dos 3ºs Anos

PROJETO JACK VISITA O SACI


Durante o mês de outubro a ancestralidade foi abordada através da exploração de duas datas importantes em diversas culturas: o Halloween e o Dia do Saci (que ocorrem ambos no mesmo dia) e o Dia de Finados. 

Para tratar o assunto a Professora Taís do 3º ano A desenvolveu o Projeto "Jack visita o Saci" iniciando pela leitura do livro  “A Compoteira”, de Bebel Callage e Celso Sisto e roda de conversa a respeito da história, como forma de introduzir o assunto das origens familiares. 

Houve outras rodas de conversa com as crianças sobre as origens semelhantes das celebrações mencionadas e como o tema dos antepassados é encarado em várias culturas, especialmente na brasileira, mexicana e europeia (origem celta). Para tanto foram desenvolvidas várias atividades como leituras, rodas de conversa, pesquisas de receitas de família, filmes e desenvolvimento de texto e ilustrações.


Como forma de conduzir e tornar o tema mais agradável às crianças, as atividades tiveram como fio condutor dois personagens famosos: o Saci (anfitrião) e o Jack da Lanterna (visitante). Durante todo o mês as atividades desenvolvidas foram orientadas de modo a levar as crianças a reconhecerem suas origens e as do outro, percebendo o valor do resgate de sua ancestralidade, independente da cultura. 

O trabalho culminou no dia 31 de outubro com a elaboração de uma receita de família escolhida pelos alunos, uma roda de capoeira que está relacionada à história do Saci, com a participação do Professor e Coordenador Pedagógico Wagner. A contação de histórias envolveu todos os terceiros anos.





















Robótica


Estudantes de escolas municipais participaram de um desafio na JAM de Robótica organizada pelo Núcleo de Tecnologias para Aprendizagem da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo, no dia 29 de novembro de 2017, no Clube Escola Mané Garrincha. A minimaratona proporcionou uma imersão no mundo tecnológico com a construção e programação de protótipos criativos na área de robótica, um campo novo na Informática Educativa. Os estudantes aprenderam sobre linguagem de programação e os princípios básicos do uso do kit de robótica adotado pela SME, além de cumprirem desafios durante todo o evento. Aproximadamente 140 escolas participaram desta ação com equipes formadas por cinco alunos e até dois professores por escola.
 
A atividade foi importante, uma vez que a Educação Tecnológica contribui para a formação dos alunos na compreensão de um mundo que apresenta questões cada vez mais focadas nos avanços midiáticos.

 Criando

 


 

 Programando 

 
 
 

Colocando para funcionar



Professoras da Sala de Leitura participam de Seminário

As professoras Alessandra e Érika, Orientadoras da Sala de Leitura, participaram do Seminário "Vivências de Sala de Leitura", promovido pela DRE Penha no dia 28 de novembro de 2017, no CEU Quinta do Sol. A ação faz parte das comemorações dos 45 anos de existência do Programa Sala de Leitura na Rede Municipal de Ensino de São Paulo.

Nesta data as POSLs relataram a prática "Encontro as Cegas com o Livro", atividade proposta com o objetivo de promover uma nova possibilidade de interação com o livro, incentivar a leitura de novos estilos/gêneros literários, compartilhar novas experiências leitoras e explorar o acervo de livros da sala. A ideia era que em vez de escolher o livro da forma convencional (pela capa, autor, título, sinopse, etc) os alunos escolhiam o livro embrulhado e com algumas palavras que remetiam ao enredo. Era uma grande surpresa e as crianças se divertiram muito com esse movimento!



Confira algumas fotos desse movimento.




Leituraço


Em novembro de 2017, ocorreu a ação "Leituraço! Novembro Negro" com o objetivo de  promover a interação de estudantes e professores a partir da leitura de livros que valorizassem a cultura e história das populações africanas e afro-brasileiras. Além disso, esse projeto, presente na Rede Municipal de Ensino desde 2014, contribui para a desconstrução dos estereótipos que povoam o imaginário sobre estas populações, fortalecendo as identidades de estudantes e educadores.

Nossa escola promoveu o Leituraço com a "Sessão Simultânea de Leitura" de obras africanas e afro brasileiras, comemorando também o Dia da Consciência Negra, envolvendo os alunos do Ensino Fundamental I, manhã e tarde.

O Leituraço ocorreu em várias etapas que envolveram: a escolha dos títulos dos livros pelos professores; a divulgação dos livros através de painel, onde os alunos escolhiam a história que gostariam de ouvir; e finalmente, no dia 30 de novembro, o momento da leitura que aconteceu em vários espaços da escola.

Acompanhe o movimento através das fotos: